Portal da Divina Misericórdia

Blog Acorda Terra de Santa Cruz


banner-revista

WebTV



Apóstolos Eucarísitcos da Divina Misericórdia



Nós temos 78 visitantes online

Busca

A cruz, sinal do amor infinito de Deus, diz Papa Francisco
Notícias

Papa Francisco frente a la Cruz, en liturgia de Viernes Santo de 2013. Foto: Lauren Cater / ACI PrensaNa Oração Mariana do Angelus deste domingo (14), o Papa Francisco falou sobre a festividade do dia: a Exaltação da Santa Cruz.

"Algumas pessoas não-cristãs podem se perguntar: por que ‘exaltar’ a cruz? Podemos responder que nós não exaltamos uma cruz qualquer ou todas as cruzes: exaltamos a Cruz de Jesus Cristo, porque é nela que foi revelado o máximo amor de Deus pela humanidade."

"A Cruz de Jesus exprime duas coisas: toda a força negativa do mal e toda a suave onipotência da misericórdia de Deus. A Cruz parece decretar o fracasso de Jesus, mas, na realidade, marca a sua vitória. No Calvário, aqueles que o injuriavam, diziam: ‘Se és Filho de Deus, desce da cruz’. Mas a verdade era o oposto: justamente porque era o Filho de Deus, Jesus estava ali, na cruz, fiel até o final ao desígnio do amor do Pai. E exatamente por isso Deus ‘exaltou’ Jesus, dando-lhe uma realeza universal".

Leia mais...
 
Matrimônio não é ficção
Notícias

Papa Francisco: "Jamais terminem o dia sem fazerem as pazes!"

No início da manhã deste domingo (14), a Igreja participou da alegria de 20 casais. Papa Francisco celebrou a Santa Missa com o Sacramento do Matrimônio. A Basílica de São Pedro, em dia de festa, emoção e oração, ficou repleta de pais e familiares dos noivos. Diante de Deus, os casais realizaram a comunhão para a vida inteira.

Na sua homilia, o Pontífice fez referência ao Livro dos Números, sobre o caminho do povo no deserto. “Pensemos naquele povo em marcha, guiado por Moisés! Era formado, sobretudo, por famílias: pais, mães, filhos, avós; homens e mulheres de todas as idades, muitas crianças, com idosos que sentiam dificuldade em caminhar.” Aquele povo que, segundo o Papa Francisco, faz lembrar a Igreja em caminho no deserto do nosso mundo atual. Lembra ainda “o Povo de Deus que é composto, na sua maioria, por famílias”.

Isso faz pensar nas famílias, nas nossas famílias, em caminho pelas estradas da vida, na história de cada dia. É incalculável a força, a carga de humanidade presente numa família: a ajuda mútua, o acompanhamento educativo, as relações que crescem com o crescimento das pessoas, a partilha das alegrias e das dificuldades. As famílias constituem o primeiro lugar onde nos formamos como pessoas e, ao mesmo tempo, são os ‘tijolos’ para a construção da sociedade.

Leia mais...
 
A oração da "Ave-Maria"
Palavras do Sacerdote

A saudação que o Arcanjo Gabriel dirigiu à Virgem Santíssima ecoa ao longo dos séculos. É a oração mais repetida pelos lábios dos católicos - por conta da oração do Rosário, mais do que o próprio “Pai nosso”! -, apesar de sua forma, tal como a conhecemos hoje, ser relativamente recente.

A primeira parte da oração, como se sabe, foi tirada das Sagradas Escrituras. Foi composta, portanto, pelo próprio Deus, tendo saído da boca de São Gabriel - “Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo” (Lc 1, 28) - e de Santa Isabel - “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre” (Lc 1, 42). As duas frases compõem um louvor à Virgem Maria e, ao mesmo tempo, uma profissão de fé nos mistérios relacionados à sua vida. Era rezada desde os primórdios na liturgia bizantina e foi adicionada à liturgia latina por São Gregório Magno, que a manteve como antífona do ofertório.

Leia mais...
 

         Logados siteexterno

         

Garlix Processsamento de Dados


Congregação dos Padres Marianos
Copyright © 2013